Os amigos de Cláudio Vieira Rosa, de 43 anos, ainda clamam por esclarecimentos, quase um mês depois do assassinato do borracheiro. No dia 06 de abril ele foi encontrado morto por espancamento dentro da borracharia onde trabalhava, às margens da BR-365.

No dia do crime um casal foi preso e negou a autoria do crime. Wilton Ribeiro dos Santos, de 34 anos, e Daiane dos Santos Santana, de 28, foram autuados em flagrante. Eles negaram autoria ou envolvimento no crime, mas continuam presos.

A borracharia foi reaberta nesta segunda-feira, 30 de abril, mas continua o clima de comoção. A ex-patroa fala do caso e pede providências.

Homem é encontrado morto às margens da BR-365 com suspeita de espancamento

Continua após a publicidade

André Silva


Comments are closed.