O corpo do jornalista Ronaldo Lenoir será velado no Sindicato dos Jornalistas, na avenida Álvares Cabral, a partir das 18h desta sexta-feira (4). Ele morreu em um grave acidente na noite desta quinta-feira (3) na BR-381. Já do fundador do site Bhaz, Pedro Guadalupe, que também morreu no acidente ainda não há confirmação de local e horário.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), foram seis veículos envolvidos na batida, que ocorreu por volta de 18h.

Ainda de acordo com a PRF, o motorista de um caminhão perdeu o freio, entrou na contramão e atingiu uma van, uma carreta e três carros de passeio.

Continua após a publicidade

O primeiro carro a ser atingido foi o Pegeout 207 em que estavam Guadalupe e Lenoir. O carro caiu em uma ribanceira de cerca de 40 metros. Os dois morreram na hora.

Outras duas pessoas ficaram feridas. Uma foi o motorista do caminhão  e o outro é o motorista de um Renault Sandero, que é delegado aposentado da Polícia Civil. Os dois foram levados para hospitais de Nova Era.

Os motoristas dos veículos passaram pelo teste do bafômetro e nenhum deles tinham ingerido bebida alcoolica. O caminhão que causou o acidente estava carregado de carvão. Como estava com o tacógrafo vencido não foi possível saber a velocidade do veículo.

Sobre as vítimas 

Guadalupe era casado e deixa três filhos. Ele é filho do professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Jacyntho Lins Brandão.

Lenoir  foi editor de política do jornal Estado de Minas e trabalhou no Governo de Minas Gerais.

A notícia assustou os jornalistas e moradores de Belo Horizonte.


Comments are closed.