Duas pessoas morreram e outras duas ficaram feridas durante uma confusão na porta de um bar na avenida Tito Fulgêncio, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, na madrugada desta segunda-feira (7).

De acordo com a Polícia Militar,  clientes do estabelecimento contaram que a vítima fatal, aparentando 45 anos e que não foi identificada, estava com a mulher e o filho quando o atirador aparareceu e, sem dizer nada, efetuou vários disparos.
“Tudo aconteceu do lado de fora e algumas pessoas correram para dentro do bar no momento dos tiros”, contou o proprietário do comércio, que pediu para não ser identificado. 

Além do homem que, a princípio era o alvo do criminoso, Stefani Amaral Gonçalves de Souza, de 18 anos, foi atingida com dois tiros nas costas e não resistiu aos ferimentos. A jovem era funcionária do bar, mas nesta madrugada estava de folga. 

Continua após a publicidade

Um outro homem, de 35 anos foi baleado no braço e socorrido para um hospital particular da cidade.

A quarta vítima de 55 anos foi atingido no peito e levado para o Hospital Júlia Kubtschek.  A princípio, eles também não eram alvo do criminoso.

O atirador ainda no foi localizado, e o caso será investigado pela Polícia Civil.

Minientrevista
“Minha filha não merecia isso”

José Carlos Gonçalves de Souza, 47 anos 
Pai de Stefanny

Como o senhor ficou sabendo da morte da sua filha? 

A minha sobrinha foi lá na casa da minha namorada hoje de manhã avisando que tinha acontecido esse acidente. Na verdade, na verdade, eu não estava acreditando, mas, infelizmente, vi o corpo da minha filha no IML.

O que contaram para o senhor que aconteceu no momento dos disparos? 

 Falaram que ela estava aqui se divertindo, jogando sinuca. Ela gostava do pessoal aqui, todo mundo gente boa. Até cheguei a imaginar que fosse alguma coisa relacionada a ciúmes, mas me disseram que esse homem veio para matar esse rapaz que com quem tinha rixa e chegou atirando a esmo.

A família agora espera por justiça? 

Com certeza. Esse homem tem que se encontrado, ele tirou a vida de uma inocente. Eu criei minha filha como muito carinho. Graças a Deus, ela tem uma boa formação, boa educação. Agora tenho que ver minha filha morta? É muito triste, ela não merecia isso.


Comments are closed.