Manifestação dos credores do Grupo JL interrompe rodovias em Ituiutaba

A manifestação dos credores do Grupo JL contra a administração da ‘Massa Falida’, interrompe a principal rodovia que corta o Pontal do Triângulo Mineiro ─a BR-365 está bloqueada na altura do trevo de acesso à Ituiutaba.

Centenas de manifestantes bloquearam a BR-365 por volta das 07h desta segunda-feira (7) ─a MGC-154, que liga Ituiutaba à Capinópolis, também está paralisada neste momento. A Polícia Militar e Polícia Militar Rodoviária estão no local.

Os credores tem o objetivo de reunir o máximo de trabalhadores que atuaram nas usinas Vale do Paranaíba e Triálcool contra a medida da Lindoso e Araújo Consultoria empresarial Ltda ─ administradora da Massa Falida da Laginha Agro Industrial S/A ─ de pagar cinco salários mínimos inicialmente como acerto.

A manifestação ocorre pacificamente. O tráfego está permitido apenas para ambulâncias, bombeiros, polícia e pessoas com necessidades especiais.

Cabe ressaltar que os novos proprietários das usinas ─uma no Município de Capinópolis e outra em Canápolis ─, não tem relação com os acertos trabalhistas do falido Grupo João Lyra.

A ‘Massa Falida’ dispõe para pagamento aos credores do montante de R$ 85.046.055,00, acrescidos das correções legais, referente à venda das usinas sucroalcooleiras instaladas no Pontal do Triângulo Mineiro. Veja:

One Comment

comente e responda
  1. É preciso que mais trabalhadores se unam em prol destas manifestações pacíficas.Pois o grito é de todos,a importância de credores trabalhistas se unirem dará resultados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Temperatura vai cair ao longo desta semana em BH e região metropolitana

Fraudes põem em risco aposentadoria de servidores de 200 municípios do país