Trabalhadores da falida Usina Triálcool bloqueiam os dois sentidos da BR-365, em protesto

Imagem: PRF / Divulgação

Aproximadamente 100 trabalhadores, ex-funcionários da Usina Triálcool, do Grupo João Lyra, bloquearam nesta manhã de segunda-feira, 07, os dois sentidos da rodovias BR-365, a principal rodovia que dá acesso a Ituiutaba. O protesto pacífico é pelo pagamento dos débitos atrasados da Usina, que decretou falência em 2013. Desde então, os trabalhadores estão sem receber salários (em muitos casos com vários meses em atraso), férias, 13º salário, etc.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) os manifestantes tomaram a rodovia por volta das 07h30, no Trevo de Ituiutaba/MG. A manifestação é em decorrência de a massa falida pagar inicialmente apenas cinco salários mínimos aos credores.

Equipes da PRF e da PM trabalham para orientar os usuários da rodovia, pois a interdição já atinge a MGC-154 por causa dos congestionamentos quilométricos.

Segundo um dos manifestantes, o Grupo João Lyra já tem um montante de R$ 88 milhões e, em breve, haverá uma segunda parcela de R$ 55 milhões. Daria para pagar a metade dos débitos trabalhistas. Somente da Usina Triálcool são 5 mil trabalhadores aproximadamente.

Informações de Jaki Barbosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Câmara pode votar amanhã projeto que cria Cadastro Positivo

Transgêneros e transexuais podem pedir novo título com foto e nome social para eleições 2018