O deputado federal Domingos Sávio (PSDB-MG) afirmou na noite desta terça-feira (8) que o aumento da passagem de metrô em Belo Horizonte e outras cinco capitais será revisto pelo Ministério do Planejamento.

Sávio, que é presidente da Comissão de Viação e Transporte da Câmara, disse que se reuniu com o ministro Esteves Colnago e questionou o aumento abusivo das tarifas. Segundo ele, o ministro concordou e assumiu o compromisso de propor ao conselho administrativo da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) uma tarifa que seja reajustada de forma gradativa.

O parlamentar afirmou ainda que o ministro garantiu que o orçamento da CBTU será ampliado para evitar o aumento nas passagens.

Continua após a publicidade

“O Planejamento é que cuida do orçamento e este aumento vem porque a CBTU, nesse momento, não tem orçamento para terminar o ano. Há um desequilíbrio entre os custos do metrô e as tarifas que vêm sendo cobradas. É um erro antigo, porque não veio se corrigindo adequadamente”, argumentou o deputado.

Domingos Sávio diz entender que as tarifas precisam ser revistas, mas não de uma só vez. “Não pode jogar a conta nas costas do trabalhador, muito menos jogar de uma vez”, diz.

Segundo o deputado, o ministro teria anunciado que já está, por decreto, aumentando o orçamento da CBTU em R$ 28,4 milhões. Além disso, Colnago teria firmado o compromisso de enviar um projeto de lei à Câmara de R$ 93 milhões para, com isso, garantir o orçamento da CBTU até o final do ano.

“Nós não queremos o aumento da passagem de maneira abusiva, mas também não podemos aceitar que falte dinheiro para o metrô continuar funcionando”, finalizou o deputado.

A reportagem de O TEMPO procurou o Ministério do Planejamento na noite desta tera-feira. A assessoria de imprensa não respondeu as questões enviadas pela reportagem. 


Comments are closed.