A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) anunciou nessa terça-feira (8) o repasse de R$ 50 milhões até o final do ano do governo federal para obras e custeio do Sistema Único de Saúde de Belo Horizonte (SUS-BH). Segundo a PBH, o investimento terá como destino cerca de 30 centros de saúde e academias da cidade, onde serão feitas reformas e qualificações de profissionais da área. Um dos principais beneficiários será o Hospital do Barreiro.

O anúncio foi feito após uma reunião do prefeito Alexandre Kalil e do secretário municipal de Saúde, Jackson Machado Pinto, com o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, em Brasília, nessa segunda-feira (7). Durante a reunião, também ficou definido o repasse de verbas que deveriam ter sido devolvidas aos cofres da União. De acordo com a prefeitura, esses valores já estavam previstos entre as partes em acordos firmados em gestões passadas.

Além de assegurar o envio de recursos já firmados anteriormente com a capital mineira, foi definido que haverá correção nos valores destinados aos projetos planejados para o SUS-BH. Segundo a PBH, há obras no município que em seu projeto inicial foi determinado um determinado repasse, mas que hoje, necessita de uma quantia bem maior. Um exemplo disso é a reforma da Unidade de Referência Padre Eustáquio, em que o acordo com o governo federal foi de um repasse de quase R$ 5 milhões, mas que hoje é preciso R$ 15 milhões para a conclusão das obras. Ainda de acordo com a PBH, apenas R$ 1,9 milhão foi repassado.

Continua após a publicidade

A prefeitura informou que parte da verba de R$ 50 milhões já foi depositada no Fundo Municipal de Saúde. O restante será remetido pelo Ministério da Saúde até o final do ano, o que foi acordado durante a reunião em Brasília.


Comments are closed.