Delegado da PC de Araxá dá novos detalhes do caso de aluna que esfaqueou professora

Em entrevista ao vivo para o programa Chumbo Grosso desta quinta-feira, 10, o delegado Vinícius Ramalho deu mais detalhes do caso da aluna de 13 anos de idade que esfaqueou uma professora no rosto em Araxá. O fato ocorreu na última segunda-feira, 7. O delegado explicou que a adolescente se encontra internada no Centro de […]

Segundo delegado, professora era testemunha em um processo de ameaça que envolve a adolescente (Foto: Reprodução/TV Integração)

Em entrevista nesta quinta-feira, 10, o delegado Vinícius Ramalho deu mais detalhes do caso da aluna de 13 anos de idade que esfaqueou uma professora no rosto em Araxá. O fato ocorreu na última segunda-feira, 7.

O delegado explicou que a adolescente se encontra internada no Centro de Reeducação do Adolescente (Cerad) do município e que deve permanecer no local até o término das investigações. E explicou que ela foi autuada pelo crime de homicídio tentado, segundo o que consta no Boletim de Ocorrência do caso.

Publicidade

A adolescente também disse, em depoimento, que já teve envolvimento com drogas, que sua mãe foi presa anteriormente por tráfico e que seu pai e seu irmão se encontram presos neste momento.

“A parcela familiar da adolescente já é prejudicada, o que tornou um ambiente propício pra ela crescer na degeneração dessa forma que a gente tá vendo. (…) A casa dela, que deveria ser um local de amparo, é um local deturpado, dominado pela criminalidade”, comentou o delegado.

Com relação ao estado de saúde da professora, Ramalho explicou que fisicamente, está bem, mas que se encontra psicologicamente abalada por conta do ataque. “Profissional nenhum espera uma ação dessa de um aluno. Professor nenhum tá preparado pra lidar com esse tipo de situação”, afirmou.

Entenda o caso

O ataque aconteceu na Escola Municipal Azis Chaer. A professora, de 31 anos de idade, foi atacada de surpresa pela adolescente e foi atingida por uma facada no rosto na última segunda-feira, 7.

A jovem levou uma faca da própria casa para atacar a professora, que conseguiu se defender da investida. Testemunhas do caso afirmaram que a menor de idade era agressiva e que já havia feito ameaças à profissional, bem como para a diretoria e uma coordenadora da escola.

A adolescente foi encaminhada para a Polícia Civil de Araxá, onde prestou depoimento e foi encaminhada para o Centro Socioeducativo do município. O caso também é acompanhado pelo Conselho Tutelar local.

Publicidade

Baixe agora: Novo APP do Tudo Em Dia tem notificações, é mais rápido e ocupa pouco espaço

Publicidade

Comments are closed.