A campanha de vacinação contra a gripe terá seu “Dia D” neste sábado em Minas e em todo o país. Os postos de saúde, que têm rotina de abrir de segunda à sexta, estarão excepcionalmente abertos neste sábado para atender a população. A orientação da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) é que todas as unidades básicas de saúde do estado estejam abertas.

Em Belo Horizonte, as vacinas estarão disponíveis a partir das 9 horas da manhã. Clique aqui e confira todas unidades de saúde.

A campanha começou no dia 23 de abril e vai até o dia 1º de junho. A meta da Secretaria de Saúde é é vacinar 90% do público alvo, somando cinco milhões de pessoas. A vacina previne contra os vírus H1N1, H3N2 e Influenza B e só é contraindicada para alérgicos a ovo ou a algum componente da vacina.

Continua após a publicidade

O grupo que receberá a imunização é formado por crianças de seis meses a cinco anos, gestantes, puérperas até 45 dias após o parto, trabalhadores da saúde, pessoas com 60 anos ou mais, professores; indígenas; população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, jovens de 12 a 21 anos que estão cumprindo medidas sócio-educativas e portadores de doenças crônicas não transmissíveis.

Para receber a dose, as pessoas que fazem parte deste grupo devem ir ao posto de saúde com o Cartão de Vacinação. Se o cartão tiver sido perdido, é possível fazer outro na unidade de saúde.

Os grupos prioritários devem se vacinar todos os anos, já que a imunidade contra o vírus cai progressivamente e o vírus passa por frequentes mutações.

Mito

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, quem tomar a vacina não ficará gripado, como muitos pensam. O que pode ocorrer, em alguns casos, são manifestações, como dor no local da injeção, eritema e enduração, que ocorrem em 15% a 20% dos pacientes, geralmente resolvidas em 48 horas.

Confira novamente a relação de quem pode se vacinar:

Idosos acima de 60 anos;

Gestantes;

Trabalhadores de saúde;

Professores da rede pública e privada;

Gestantes e mulheres que realizaram parto há até 45 dias;

Indígenas;

Pessoas privadas de liberdade.


Comments are closed.