A Polícia Civil ainda apura se o professor de 46 anos detido nessa quinta-feira em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, fez outras vítimas durante os 27 anos que trabalhou na rede municipal de ensino. O professor, que não teve o nome divulgado, foi preso preventivamente acusado de estuprar e abusar sexualmente de seis alunos, cinco deles menores de 14 anos.

Em entrevista coletiva, a delegada Lilian Fernandes de Calles disse que suspeita que outros alunos podem ter sofrido abusos. Ela pede que as possíveis vítimas procurem a polícia para que os casos sejam devidamente apurados.

As investigações começaram em dezembro de 2017, após a denúncia dos adolescentes. Segundo os relatos, os abusos aconteciam em vários locais, inclusive dentro da sala de aula. O homem é acusado de se utilizar de sua posiçaõ de professor para praticar atos libidinosos, tais como a mão nas partes íntimas dos adolescentes. Segundo a delegada, chegou ao ponto em que as vítimas sabiam que os colegas passavam pela mesma situação.

Continua após a publicidade

O Código Penal qualifica como estupro os atos contra as vítimas com menos de 14 anos. No caso do maior de 14 anos, é classificado como abuso sexual.

O inquérito foi enviado à Justiça e o Ministério Público denunciou o professor pelos crimes de estupro e abuso sexual.


Comments are closed.