A febre amarela continua a fazer vítimas em Minas Gerais, segundo novo boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira (15) pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. Desde julho de 2017, 168 pessoas morreram em decorrência da doença em Minas. O número ainda pode aumentar. Isso porque outras oito mortes estão sob investigação.

Os dados apontam ainda para 227 casos de pessoas internadas que passam por exames para saber se estão com a doença.

Duas cidades apresentam o maior número de mortes por febre amarela até o momento. Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, e Juiz de Fora, na zona da Mata, com 10 mortes cada.

Continua após a publicidade

Juiz de Fora também é a cidade com mais casos da doença: 40. Mariana, na região central de Minas, tem 38 casos confirmados de febre amarela com sete mortes.


Comments are closed.