Mulher é assassinada por ex-marido às margens do Anel Rodoviário

Uma mulher de 44 anos foi morta pelo ex-companheiro a facadas, na manhã desta sexta-feira (18), às margens do Anel Rodoviário, altura do bairro João Pinheiro, na região Noroeste de Belo Horizonte. O homem  não aceitava o fim do relacionamento.

De acordo com familiares, Aureni Andrade estava a caminho do trabalho quando foi surpreendida pelo agressor, que também tem 44 anos.  

“Eles ficaram casados mais de 20 anos, mas há dois meses ela resolveu se separar porque era ameaçada. Chegou a registrar um boletim de ocorrência contra ele e conseguiu a medida protetiva, mas isso não impediu que ela fosse morta”, contou o irmão da vítima, Adilson Andrade.

Ainda conforme ele, o ex-cunhado teria dito que ia morar em São Paulo após a separação, mas teria retornado para cometer o crime.

De acordo com o comandante do 34º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Flávio Godinho, a mulher foi atingida no tórax e nas costas. “Ele fugiu imediatamente e já adotamos medidas para tentar localizá-lo antes que ele consiga retornar para São Paulo. Infelizmente é mais um caso de violência contra mulheres. Mais uma vida que se perde”, afirmou o militar. 

O homem ainda não foi localizado. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Em Belo Horizonte, 31 mulheres foram vítimas de homicídio e tentativa de homicídio de janeiro a março deste ano, segundo a Sesp. Em todo o Estado, foram 346 casos no mesmo período.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Candidatos têm até 23h59 desta sexta-feira para fazer a inscrição no Enem 2018

Trio tenta atropelar policiais, joga droga na rua e é preso com 45 kg maconha