Pelo segundo dia consecutivo, caminhoneiros protestam, nesta terça-feira, 22, nas  principais estradas dos país contra os aumentos sucessivos nos preços do combustível. Nos últimos 17 dias, foram 11 reajustes. O governo e Petrobras marcaram para hoje uma reunião para estancar a crise que vem  interditando há dois dias as principais rodovias do país.

Em Ituiutaba, na manhã desta terça-feira, caminhoneiros bloquearam a rodovia BR-365, altura do KM 762 em Ituiutaba, nas imediações de um grande posto de combustíveis. A Polícia Rodoviária Federal – PRF confirmou a informação e as viaturas estão em deslocamento para o local neste momento.

Informações preliminares são de que apenas os caminhões estão impedidos de passar pelo bloqueio em Ituiutaba, estando aptos a trafegar pelo local os demais veículos automotores, como os de passeio.

Continua após a publicidade

A Polícia Militar também foi acionada para acompanhar a situação.

Outro bloqueio ocorre também na rodovia BR-365, altura do KM 690, desde a última segunda-feira, 21, no perímetro urbano de Monte Alegre de Minas, conforme noticiamos, veja abaixo.

Reivindicação

Os caminhoneiros querem a redução da carga tributária sobre o diesel. Elea também reivindicam a zeragem da alíquota de PIS/Pasep e Cofins e a isenção da Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico).

Os impostos representam quase a metade do valor do diesel na refinaria. Segundo a categoria, a carga tributária menor daria fôlego ao setor, já que o diesel representa 42% do custo da atividade.

Desde que começou a adotar a política de reajustes diários dos preços dos derivados de petróleo, em 3 de julho do ano passado, a Petrobras já elevou o preço do óleo diesel em suas refinarias 121 vezes, o que representou uma alta de 56,5%, segundo cálculo do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE).

Em pouco mais de dez meses, o litro do produto passou de R$ 1,5006 para R$ 2,3488 nas refinarias. Apenas neste ano, o preço do diesel subiu 38 vezes, em linha com a sua valorização no mercado internacional.

Na manhã desta terça-feira, além de Minas Gerais, foram registrados atos em pelo menos seis estados: Bahia, Goiás, Mato Grosso, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Caminheiros em protesto bloqueiam BR-365 em Monte Alegre de Minas; outros pontos estão com bloqueio parcial na região


Comments are closed.