Marcela Alves, Secretária de Agricultura, e Zé Divino, Coordenador da Horta, exibem orgulhosos os produtos da horta

A Horta Municipal de Capinópolis cumpre uma função social muito importante, pois é responsável pelo enriquecimento da merenda escolar com verduras e legumes fresquinhos toda semana, além de apoiar as entidades assistenciais e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, que semanalmente faz a distribuição de cestas de verduras e legumes para famílias de baixa renda.

Nossa reportagem acompanhou na manhã de sexta-feira, dia 18, o trabalho na horta municipal, sendo recepcionados pela secretária de agricultura, Marcela Alves, que falou da alegria pelo início da produção em 2018.

“É com muita satisfação que a gente reiniciou as entregas das cestas para a Assistência Social, para as escolas, para as pessoas mais necessitadas e a gente está muito feliz com o trabalho, porque as coisas agora estão começando a sair da forma que a gente estava esperando”.

Continua após a publicidade

Pergunta: Estou vendo aqui os principais itens, bem como a mandioca e o repolho estão quase chegando. É bom ver o trabalho dando resultado?

Marcela Alves: É muito bom ver as coisas acontecer. A gente sempre faz o melhor a gente pode, da melhor maneira possível, dentro das dificuldades do dia a dia, mas os meninos são muito comprometidos, eles se preocupam com os resultados, com o trabalho, então isso é importante e muito gratificante trabalhar com esse pessoal.

Pergunta: Mesmo antes de se definir pela realização da 26ª Expocap, vocês já estavam trabalhando na produção de silagem e nós estamos vendo aqui na horta que essa parte destinada aos animais já está garantida, não é?

Marcela: Com certeza. A gente já tem silagem suficiente para atender todos os animais durante a festa, de forma que vamos ter uma silagem com boa qualidade.

Pergunta: E o parque de exposições já está recebendo algumas melhorias para a festa?

Marcela: Sim. A turma está trabalhando no parque a todo o vapor, estamos organizando os últimos detalhes, como as partes hidráulica e elétrica e tudo mais para que tenhamos uma festa com qualidade e com o parque bem cuidado.

Pergunta: Agora esse ano de portões abertos a tendência é um fluxo muito grande de pessoas na festa?

Marcela: Com certeza. É aguardada a presença de inúmeras pessoas de outras cidades e a gente espera todo mundo com os braços abertos para aproveitar essa grande festa promovida pelo município.

A gente trabalha com muita dedicação, diz Zé Divino

O coordenador da horta municipal, Zé Divino, fala com bastante alegria do trabalho que ele e seus companheiros realizam.

“Nós aqui trabalhamos firmes, com todo o empenho a fim de termos uma ótima produção na horta municipal”.

Pergunta: E como está a rotina de vocês de fazer a colheita para as entidades?

Zé Divino: Na segunda-feira nós coletamos para as escolas e na quinta-feira nós coletamos para a Assistência Social para ser entregue na sexta-feira de manhã.

Pergunta: Quais são os produtos que estão sendo distribuídos?

Zé Divino: Abobrinha, cenoura, couve, alface, beterraba, jiló e outros mais.

Pergunta: O repolho está quase chegando?

Zé Divino: É. Nós atrasamos o repolho esse ano, porque a chuva foi prolongada, então nós começamos mais tarde o plantio, por isso que nós não estamos ainda com o repolho pronto para a colheita.

Pergunta: A produção a todo o vapor da horta agora vai até que mês?

Zé Divino: Isso depende da estação chuvosa. Se ela tardar, nós chegaremos até outubro ou novembro.

Pergunta: É bom demais ver a alegria das pessoas ao serem beneficiadas?

Zé Divino: Muito importante e com certeza gratificante.

Pergunta: E a equipe como está?

Zé Divino: Nós vamos pelejando, o nosso número de funcionários é reduzido e estamos fazendo dentro do que é possível.


Comments are closed.