Uma tijucana de 22 anos foi vítima de um golpe de um cidadão que afirma vender produtos emagrecedores. A estudante, que atualmente reside em Uberlândia, contou que as negociações com o homem tiveram início no mês de dezembro de 2017, e que o conheceu após indicações feita por pessoas próximas. “Ele com certeza tem uma lábia muito boa. Sempre morri de medo de fazer negócios que era preciso fazer depósitos bancários, mas dessa vez, acabei enganada por acha que se tratava de algo verídico. Paguei, não recebi os produtos e nem obtive o meu dinheiro de volta desde então”, lamentou.

O valor depositado ao golpista foi de R$ 2.800,00 (dois mil e oitocentos reais). Segundo informações, os contatos são feitos por meio das redes sociais, onde o golpista faz postagens em diferentes perfis, afirmando possuir loja física, além de enviar aos interessados fotos e vídeos do produtos a serem vendidos.

A vítima percebeu que se tratava de um golpe no momento em que percebeu que o indivíduo havia bloqueado seu contato de todos os cerca de 10 números diferentes de contatos telefônicos que possui. “Ele ainda promete pagar outras pessoas que conheço e foram lesadas, diz que vai reembolsar ou enviar a mercadoria, mas eu já falei para elas desistirem, assim como eu”, ressaltou.

Continua após a publicidade

De acordo com o apurado, o golpista “comercializa” seus produtos nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

É importante a divulgação de casos dessa natureza no sentido de evitar que outras pessoas passem por situações semelhantes.


Comments are closed.