O desabastecimento dos postos de combustíveis, provocado pela greve dos caminhoneiros, também afetou os aplicativos de transporte, como Cabify e 99 POP.

Desde essa quinta-feira (24), a Cabify alterou a tarifa mínima de determinadas cidades para a reduzir o impacto gerado pela alta dos combustíveis por período indeterminado.

A empresa informou que está estudando as melhores formas para balancear o impacto operacional dessa alta no preço do combustível em cada cidade sem que isso inviabilize a prestação de serviços por parte do motorista parceiro e atinja diretamente os valores cobrados dos usuários.

Continua após a publicidade

Já a 99 POP está com 30% de desconto nas corridas que forem pagas em dinheiro. Até a publicação desta matéria, a empresa não explicou se a promoção foi criada em função da greve.

A Uber informou que acompanha com atenção as notícias sobre a crise de abastecimento no país, mas não realizou nenhum alteração nos valores das corridas.

“A empresa entende que, como autônomos, os motoristas parceiros têm o direito de se manifestar, dentro do que a lei permite”, disse em nota.

Os preços das corridas no aplicativo apresentaram valores dinâmicos ao longo desta sexta-feira.


Comments are closed.