Carros fazem fila quilométrica para abastecer em posto no Santa Efigênia

Motoristas formam uma fila quilométrica para abastecer no posto Leste, na avenida dos Andradas, número 3.300, no bairro Santa Efigênia, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. A fila é tão grande que a Polícia Militar (PM) teve de ser chamada para controlar o trânsito. Os motoristas ocupam uma faixa da avenida e a fila chega à avenida do contorno.

No posto, muitos motoristas estão completando o tanque com o receio de que falte combustível nos próximos dias. O combustível ainda está sendo vendido no Posto Leste com preços em conta se comparado com outros. A gasolina sai a R$ 4,66, enquanto o etanol a R$ 2,99. O preço atraiu muitos motoristas que ainda buscam conseguir abastecer seus veículos. É o caso do instrutor de mecânica, Bruno César Botelho de 33 anos. “Estou há 40 minutos na fila. Vou encher o tanque e ainda completar um galão com gasolina, para não ficar sem”, disse. 

De acordo com o gerente do posto, a empresa decidiu não aumentar os preços para ser justa com o consumidor. Entretanto, ele alerta que a reserva de combustível está no final e, provavelmente, não será possível atender a todos os motoristas que estão na fila. 

O gerente informou ainda que inicialmente, devido à escassez, o abastecimento por meio de galões foi limitado a cinco litros por veículo.  Porém, após uma confusão que envolveu um homem que tentou furar fila e encher galões a pé, o abastecimento passou a ser feito, apenas, diretamente no tanque.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Servidores reclamam depósito de parcela do salário, e governo diz que paga hoje

Polícia Civil investiga aumentos abusivos de combustíveis na capital

Carros fazem fila quilométrica para abastecer em posto no Santa Efigênia

Motoristas formam uma fila quilométrica para abastecer no posto Leste, na avenida dos Andradas, número 3.300, no bairro Santa Efigênia, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. A fila é tão grande que a Polícia Militar (PM) teve de ser chamada para controlar o trânsito. Os motoristas ocupam uma faixa da avenida e a fila chega à avenida do contorno.

No posto, muitos motoristas estão completando o tanque com o receio de que falte combustível nos próximos dias. O combustível ainda está sendo vendido no Posto Leste com preços em conta se comparado com outros. A gasolina sai a R$ 4,66, enquanto o etanol a R$ 2,99. O preço atraiu muitos motoristas que ainda buscam conseguir abastecer seus veículos. É o caso do instrutor de mecânica, Bruno César Botelho de 33 anos. “Estou há 40 minutos na fila. Vou encher o tanque e ainda completar um galão com gasolina, para não ficar sem”, disse. 

De acordo com o gerente do posto, a empresa decidiu não aumentar os preços para ser justa com o consumidor. Entretanto, ele alerta que a reserva de combustível está no final e, provavelmente, não será possível atender a todos os motoristas que estão na fila. 

O gerente informou ainda que inicialmente, devido à escassez, o abastecimento por meio de galões foi limitado a cinco litros por veículo.  Porém, após uma confusão que envolveu um homem que tentou furar fila e encher galões a pé, o abastecimento passou a ser feito, apenas, diretamente no tanque.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Servidores reclamam depósito de parcela do salário, e governo diz que paga hoje

Polícia Civil investiga aumentos abusivos de combustíveis na capital