“Ceasa está às moscas”, diz presidente de associação

A Ceasa está deserta. A situação do local em meio à greve dos caminhoneiros é cada dia pior, segundo o diretor-presidente da Acceasa, Emílio Brandi. Segundo ele, a maioria dos funcionários nem foi trabalhar e os caminhões não entraram nos pavilhões nesta sexta-feira.

“Está às moscas. A maioria dos lojistas vizinhos fecharam as portas, as pessoas não vieram trabalhar, colaboradores e fornecedores estão na mão. Uma tragédia”, disse Emílio.

Nessa quinta, a reportagem de O TEMPO já havia informado que acabaram os estoques de ovo e batata. Hoje, a situação é ainda pior. Segundo a Acceasa, as reservas de farinha de trigo, margarina, arroz, feijão, abacaxi, banana, mamão e laranja estão próximos do fim.

Emílio disse ainda que a associação não se reuniu para contabilizar os prejuízos desde o começo da greve dos caminhoneiros. “Nós não somos contra a greve, mas o governo federal tem que resolver isso urgente, está ficando insustentável”, disse o diretor-presidente.

Lista de Alimentos que não estão chegando ao CeasaMinas:

– Margarina;

– Arroz;

– Açucar;

– Cenoura;

– Abacaxi

– Mamão,

– Laranja;

– Banana;

– Melão;

– Melancia;

– Uva passa;

– Batata pré-frita;

– Farinha de trigo importada;

– Azeite importado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Juiz dá prazo de 30 dias para atualização de dados dos credores trabalhistas do Grupo João Lyra

Michel Temer aciona Forças Federais de Segurança para desbloquear estradas brasileiras