O presidente do Sindicato dos Transportadores Autonomos de de Carga de Minas Gerais (Sindtac-MG), Antonio Reis, se reuniu no fim da noite desta sexta-feira (25), junto a outros caminhoneiros do Estado com o presidente da Câmara Federal Rodrigo Maia.

Segundo Reis, a intenção de Maia era ouvir de perto a reivindicação dos caminhoneiros e tentar propor atendimento as reivindicações da pauta dos manifestantes, sendo a principal a redução dos impostos que incidem sobre o diesel.

“Acabamos apresentando os pleitos que recebemos dos colegas, pelas redes sociais. Para os caminhoneiros autônomos o preço do diesel é essencial. Maia nos revelou que tentará no Senado, inclusive, essa redução, mas adiantou que a situação é complicada para o governo”, frisou.

Continua após a publicidade

Na reunião, segundo o presidente do Sindtac-MG, ainda estiveram presentes também representantes de postos de combustíveis e do setor da produção de leite. 

Reis também disse que a reivindicação dos caminhoneiros está firme. “De um lado está a população e os caminhoneiros, do outro, o governo. São pleitos possíveis de serem atendidos”, frisou.


Comments are closed.