Com medo de que os alimentos acabem por causa da greve dos caminhoneiros, muita gente foi para o supermercado na manhã desta sexta-feira (25). Na região do Barreiro, os supermercados estavam tão cheios que foi preciso pegar senha para comprar carne. 

“Quando eu cheguei, a senha estava em 200, e a que eu peguei era 303. Mesmo assim, escolhi esperar, com medo de depois não ter mais carne” contou a artesã Eni Ferreira, de 64 anos. 

Com muita reclamação dos clientes, os funcionários disseram que não podem nem garantir que teriam alimentos e carnes nas prateleiras no fim do dia. “Temos um estoque, mas não sabemos até quando vai essa greve”, disse um dos funcionários, que preferiu não se identificar. 

Continua após a publicidade

A artesã Eni comprou apenas cinco itens e pegou a fila menor no caixa. Mesmo assim, ela ficou cinco horas no supermercado.

Quem estava com o carrinho lotado, a maioria das pessoas, demorou ainda mais tempo no local com as filas enormes que se formaram. 

Relembre

A rede de supermercados Carrefour já limitou as compras a cinco itens de cada alimento. A rede de alimentos McDonald’s está com alguns sanduíches em falta por não ter ingredientes.


Comments are closed.