Klopp exaltou egípcio ao destacar regularidade nos próximos anos para chegar a Messi e Cristiano Ronaldo Fonte: AFP/Paul Ellis

O técnico Jürgen Klopp não economizou elogios ao falar nesta sexta-feira sobre a sua principal arma ofensiva para a decisão da Liga dos Campeões, neste sábado, às 15h45 (de Brasília), contra o Real Madrid, em Kiev, na Ucrânia. Trata-se de Mohamed Salah, que está atravessando uma fase espetacular, com 44 gols marcados nesta temporada europeia, e espera ser decisivo para fazer o Liverpool conquistar o seu sexto título da competição continental.

Em entrevista coletiva concedida no NSC Olimpiyskiy Stadium, palco da final contra o time espanhol, o treinador alemão exaltou o atacante egípcio ao destacar que o atleta precisa manter a sua regularidade nos próximos anos para poder ser comparado no futuro com Cristiano Ronaldo, estrela maior do Real, e Lionel Messi, do Barcelona.

Continua após a publicidade

“Salah tem feito uma temporada excepcional, mas Cristiano e Messi merecem todos os elogios porque mantiveram constantemente um nível alto por muitos anos”, enfatizou Klopp, que vê o seu atacante africano “cheio de poder” para voltar a desequilibrar com os seus belos gols.

“Ele tem um potencial fantástico, essa sua temporada foi excepcional, inacreditável até agora e com mais um jogo pela frente. A sua temporada foi fora de série”, disse o treinador, para depois enaltecer o incrível desempenho em campo apresentado há muito tempo pelo astro português do Real e pelo ídolo argentino do Barça.

“Os próximos anos vão mostrar se ele (Salah) pode fazer algo similar (aos feitos alcançados por Cristiano Ronaldo e Messi). Não é fácil porque, se fosse, muitos outros jogadores teriam conseguido fazer isso. Estes dois são os mais consistentes jogadores do mais alto nível nos últimos dez anos, talvez mais do que isso – 12 ou 13 anos. Isso os torna realmente especiais. Mo (Salah) teve um bom começo e veremos o que vai acontecer nos próximos anos”, ponderou.

FEITO ‘ENORME’ – Salah, por sua vez, está ansioso para poder fazer história com um possível título neste sábado e consequentemente se tornar o primeiro egípcio a conquistar o principal torneio de clubes do futebol europeu.

“Eu não sei o que dizer exatamente, mas vencer a Liga dos Campeões é algo diferente. É algo enorme vencer a Liga dos Campeões. Jogar a final já é um sonho tornado realidade. Todo mundo está empolgado na cidade e no clube”, disse o goleador, em entrevista ao site oficial da Uefa, publicada nesta sexta-feira pela entidade.

Maior artilheiro da última edição do Campeonato Inglês e eleito o melhor jogador desta temporada na Inglaterra, Salah também enfatizou a importância de o time do Liverpool não se deixar se intimidar com o fato de o Real Madrid ter vencido três das quatro edições anteriores da Liga dos Campeões e ser disparado o maior ganhador da história da competição, com 12 títulos. Ele espera que a equipe inglesa mantenha a confiança alta exibida até aqui para a decisão na Ucrânia.

“O Real Madrid ganhou este título mais que qualquer outro time: três dos seus triunfos aconteceram nos últimos quatro anos, e sabemos que têm muita experiência. Mas agora nós jogamos tudo em uma partida, não em duas (como nas fases anteriores de mata-mata), então nós precisamos apenas estar concentrados e não pensar em nada do passado. Quando você vai para o jogo, somos apenas 11 contra 11”, enfatizou.

Superesportes


Comments are closed.