Estados Unidos, México e Canadá lançaram candidaturas conjunta para abrigar a Copa do Mundo 2026 Fonte: AFP/Alfredo Estrella

A Fifa informou nesta segunda-feira que daqui a dois dias fará uma reunião com representantes das duas candidaturas à sede da Copa do Mundo de 2026. Concorrem Marrocos e uma parceria formada por Estados Unidos, México e Canadá.

Os representantes foram chamados para responder questões sobre infraestrutura, transporte e tecnologia que pretendem utilizar para abrigar o principal torneio de futebol do mundo. A escolha da sede será definida no dia 13 de junho, em eleição que será realizada em Moscou e contará com a participação de 207 membros da Fifa.

Continua após a publicidade

O comitê executivo da entidade fez uma visita de três dias no mês de abril em cada um dos locais que pretendem abrigar o Mundial. Em Marrocos representantes da Fifa fizeram ainda uma segunda visita para esclarecer dúvidas pontuais.

A entidade informou que não publicará a avaliação dos candidatos. No entanto, a Fifa se comprometeu a uma análise mais rigorosa do que nas outras ocasiões, especialmente após o escândalo de corrupção que envolveu a entidade e que tinha como um dos pontos a venda de voto na escolha de sede de outras edições do Mundial.

As duas candidaturas ainda serão reconhecidas formalmente e aprovadas pelo conselho da Fifa em 10 de junho. Os países da América do Norte dizem estar aptos para receber as 48 seleções e já possuem local para a realização dos 80 jogos da competição. Marrocos planeja a reforma de alguns estádios e a construção de outros para ter 14 Arenas no total, além de mais de 100 centros de treinamento.

Superesportes


Comments are closed.