Até a próxima quinta-feira (01) as revendedoras de gás devem ficar totalmente sem botijões em Minas Gerais. De acordo com o presidente da  Associação Brasileira dos Revendedores de Gás, Alexandre Borjali, quase 100% das revendedores do Estado estão sem estoque.

“Nós vendemos 150 mil botijões de gás por dia em Minas, não é passando um ou outro caminhão que vai resolver o problema. Nós vamos ter uma reunião hoje com o Governo de Minas e o Ministério Público de Minas Gerais para tentar encontrar uma solução. Temos que fazer os caminhões de gás passarem. A situação é crítica”, avalia Borjali.

Desde a semana passada, em Belo Horizonte e região metropolitana, o gás já estava bastante escasso.Os botijões chegaram a serem vendidos a até R$ 180.

Continua após a publicidade

Segundo o presidente da associação, a situação é pior no interior do Estado, onde o gás tem mais dificuldade para chegar. “O gás está diretamente ligado a alimentação, então faltar gás é algo muito sério”, afirma. 

    

    


Comments are closed.