Na rodoviária de Belo Horizonte muitos passageiros aproveitaram para tentar antecipar as viagens do feriadão do Corpus Christi. Nos guichês, as filas se formavam com passageiros que se arriscaram para tentar conseguir de última hora a passagem para conseguir sair de Belo Horizonte nesta terça-feira. De acordo com a Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemig), que administra o Terminal Rodoviário Israel Pinheiro (Tergip), informou que até o início da tarde de ontem das 347 saídas previstas para a rodoviária da capital, um total 69 foram canceladas. Desde a última sexta-feira, 685 viagens foram canceladas. 

A médica Camila Duarte, de 28 anos, respirou aliviada ao conseguir os bilhetes que garantiam a viagem de ida e volta da capital para Ponte Nova, na região da Zona da Mata, para ir visitar a família. Mesmo feliz com a possibilidade de rever os pais, depois de dois meses, Camila reclamou da falta de informações para saber se havia passagens a venda no terminal. “Saí de casa hoje sem ter a certeza de que conseguiria passagem, porque não há nenhuma informação disponível nem em site, muito menos por telefone”, enfatizou a médica. 

Já a dona de casa Lourdes Sampaio, de 47 anos, não teve a mesma sorte ao tentar comprar passagens rumo a João Pinheiro, região Noroeste do estado. Mesmo sem ter sucesso na empreitada, a dona de casa garantiu que passaria toda a terça no local à espera de conseguir embarcar no ônibus que partiria de Belo Horizonte no fim da tarde desta terça-feira. “Temos até gasolina para viajar de carro, mas o problema é garantir o combustível da volta. Vou ficar aqui para tentar a passagem no ônibus que saí a tarde. Quero é aproveitar que ganhei dois dias mais de folga e ficar um pouco com meus pais”, enfatizou Lourdes.


Comments are closed.