População de Uberlândia começa a sofrer com a falta de gás de cozinha

A população de Uberlândia também começa a sofrer com a falta de gás de cozinha na cidade. Por conta da greve dos caminhoneiros no país, muitos estoques não foram repostos, o que já afeta a vida de comerciantes e revendedoras.

Muitos depósitos de Uberlândia já não possuem mais gás de cozinha. É o caso da distribuidora de Amilton Garcia Rosa, que chegou até mesmo a desligar os telefones da empresa. E seus funcionários, por enquanto, realizam apenas manutenções em seus veículos e aguardam o momento de retomar as entregas.

E isso já causa muitos reflexos entre comerciantes. O empresário Wanderson Batista da Silva, dono de um restaurante, disse que não conseguiu repor seu estoque de gás de cozinha nos últimos dias e está racionando o que tem em mãos. Por conta disso, precisou modificar o cardápio do estabelecimento.

“Eu to diminuindo fritura, eu fazia três tipo de verdura, to fazendo só uma. E coxa e sobrecoxa (de frango), que a gente faz toda semana e os clientes gostam, não vou fazer. Tem que adequar com a situação do momento”, disse.

Informações: Amanda Carvalho

Interior de Minas ainda não recebeu combustível para veículos particulares

Pimentel discute abastecimento da CeasaMinas