Petroleiros de todo o país deflagraram a greve de 72 horas a meia noite desta quarta-feira, 30, em todo o território nacional. A ação é uma forma de apoiar a greve dos caminhoneiros, que afetou o Brasil nos últimos dias, bem como protestar contra a política do governo com relação à Petrobras. E isso pode impactar o reabastecimento de combustíveis em Uberlândia.

O motivo para se preocupar com essa questão é que a refinaria de Paulínia, que fica no interior de São Paulo e é uma das principais do país, distribui gasolina e óleo diesel para o terminal de Uberlândia por meio de dutos. Caso os combustíveis não cheguem até a cidade, pode ocorrer novo desabastecimento.

Continua após a publicidade

Apesar dessa preocupação, ainda mais em um momento em que o abastecimento começa a se normalizar na cidade, Cibele Rodovalho, presidente da associação de postos independentes de Uberlândia, pede para que a população não promova uma nova corrida aos postos.

“72 horas é um período curto, provavelmente domingo vai estar restabelecido. Não (precisa) ter aquele ímpeto de ir aos postos correr e abastecer, por que complica. Nós temos o estoque regulador, mas logo ele diminui”, disse Rodovalho.

Informações: Carlos Vilela


Comments are closed.