Um motorista que esperava na fila para abastecer em um posto de combustíveis na MG-030, em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, se envolveu em uma confusão com um policial militar depois de xingá-lo de “babacão”. O caso aconteceu na madrugada desta quarta-feira (30). Um vídeo, que mostra um trecho da confusão, circula nas redes sociais.

A discussão ocorreu enquanto o motorista gravava um vídeo no celular. Ele queria mostrar que os veículos na fila eram multados pelo policial. O militar estava no banco de carona de uma viatura e fazia anotações em uma prancheta.

Ousado, o condutor foi até a porta da viatura e disse: “Aí pessoal, olha a situação do país e o ‘babacão’ multando os outros”. Indignado com a ofensa, o policial saiu do carro e questionou o homem: “Como é que é? Calma aí… Quem é o ‘babacão’? Quem que é babaca?”.

Continua após a publicidade

O militar foi para cima do motorista e, nesse momento, a câmera não registra o que acontece entre os dois. Na sequência da confusão, o policial pergunta diversas vezes ao motorista ‘quem é o babaca?’, que responde ‘você não sabe da minha situação não! Estou na fila…”.

No vídeo, durante a discussão, ainda é possível ouvir um barulho semelhante ao de um spray de pimenta. Depois disso, o motorista se afasta do policial e o chama de “doido”, enquanto uma outra pessoa grita ao militar “o abuso de autoridade está filmado, viu?”.

O vídeo acaba com o motorista se aproximando novamente da viatura, que segue em frente pela MG-030. “O ‘babacão’ aí jogou spray de pimenta no meu rosto e continua multando a turma”, encerra o autor do vídeo, que não foi localizado pela reportagem.

Com a palavra a PM

O major Flávio Santiago, chefe da sala de imprensa da PM, disse que houve um “claro desacato do indivíduo à autoridade policial”, mas o motorista não foi preso porque o policial mostrado no vídeo “optou por garantir a segurança das pessoas que estavam no local”.

A Polícia Militar informou também que apura se multas foram aplicadas aos motoristas que estavam parados na fila do posto na MG-030.

A corporação ainda esclarece que veículos em pane seca, com falta de combustível, parados em vias de trânsito podem ser multados.

Entretanto, devido ao desabastecimento de combustíveis em diversos postos no Estado, a situação é passível de interpretação pelo policial militar, que analisa as leis pelos seus aspectos morais fazendo uma avaliação de cenário.

“Nesse sentido, multar pessoas que estão com o carro sem combustível em estado de crise, não é moral, então não tem auto de infração. Contudo a aplicação da multa é prevista em lei e não pode ser considerada irregular”, explica a PM.

Desde a última segunda-feira (28), a corporação está empenhada nas escoltas dos caminhões-tanque que se dirigem para os postos de combustíveis em diversas cidades do Estado.

Assista:

Fonte: O Tempo


Comments are closed.