Diego (d) e Lucas Paquetá (e) marcaram os gols da vitória do Flamengo sobre o Bahia, no Maracanã Fonte: Gilvan de Souza/Flamengo

Diante de mais de 55 mil pessoas no Maracanã, na tarde desta quinta-feira, o Flamengo fez o dever de casa e venceu o Bahia por 2 a 0, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Os dois gols do jogo foram convertidos no final do primeiro tempo. Diego abriu o placar aos 41, e Lucas Paquetá, com um golaço, ampliou aos 45.

Com a vitória, o Flamengo se manteve no topo da tabela do Brasileirão, agora com 17 pontos. O Bahia, por sua vez, soma oito pontos e segue na luta contra a zona de rebaixamento.

Continua após a publicidade

Na próxima rodada, o Flamengo volta a jogar no Maracanã, desta vez diante do Corinthians, no domingo. No mesmo dia, o Bahia também joga em casa e recebe o Grêmio, na Fonte Nova.

O Jogo

O Flamengo entrou em campo determinado a conquitar a vitória para seguir líder isolado do Brasileirão e assumiu o comando das ações em campo desde o início do confronto. Já o Bahia, jogando fora de casa,começou o jogo com uma formação mais cautelosa, sem centroavante. Com os dez homens jogando atrás da linha da bola, o Tricolor baiano abriu mão da posse de bola e buscou o erro do adversário para acertar um contra-ataque.

Em boa jogada pelo meio, aos 6 minutos, Diego tocou para Paquetá, que ajeitou e soltou uma bomba no ângulo direito. Andreson voou e espalmou para escanteio. No minuto seguinte, Rodinei recebeu em profundidade na direita e cruzou para trás. Dentro da área, Jonas tentou um toque por cobertura e a bola saiu raspando o travessão.
Apesar da iniciativa, o Flamengo tinha dificuldades para furar o bloqueio baiano, e foi na bola parada que quase conseguiu abrir o placar, aos 25. Diego cobrou escanteio pela esquerda e levantou no primeiro pau. Paquetá cabeceou e Anderson fez grande defesa, a bola bateu na trave e voltou para a pequena área. Dourado tentou a conclusão, mas foi puxado, e o toque saiu fraco, para facilitou a defesa do goleiro.

O Bahia não conseguia encaixar um bom contra-ataque e parava sempre na boa defesa do Flamengo, que mesmo sem fazer uma grande partida ofensivamente, controlava o jogo. Mas isso mudou depois dos 40 minutos. Diego avançou pela intermediária, tocou para Renê que penetrava pelo meio e recebeu de volta já dentro da área. A defesa do Bahia parou e o camisa dez passou pelo goleiro e tocou para o fundo da rede.

Não demorou muito e saiu o segundo. Em jogada em velocidade pela esquerda, Vinícius Jr. cruzou atrás de Dourado, que recuou para Paquetá. O meia passou para Renê, que enfiou com precisão para Paquetá ficar de frente com o goleiro e tocar por cobertura: 2 a 0.

Após o intervalo, o Bahia retornou com uma proposta diferente e saiu em busca do gol, enquanto o Flamengo passou a esperar pelo adversário para sair no contra-ataque. Nos primeiros minutos, o goleiro Diego Alves trabalhou mais do que em toda a primeira etapa.

Aos dois, Élber recebeu na esquerda e arriscou de fora da área, e o golerio do Flamengo fez boa defesa. Aos 22, Diego Alves novamente foi acionado quando Zé Rafael foi lançado, e saiu nos pés do meia e segurou a bola.

O Bahia se abriu, e o Flamengo conseguiu algumas escapadas, mas faltava competência e organização às ações ofensivas. Com as saídas de Jonas, no intervalo, e do zagueiro Léo Duarte, lesionado, o Rubro-Negro perdeu um pouco na sua organização defensiva e permitiu ao Bahia algumas oportunidades. O goleiro Diego Alves se tornou o nome do jogo no segundo tempo.

Aos 24, os baianos tentam novamente de longe. Depois de a bola ir de pé em pé, João Pedro recebeu na esquerda da área e tentou chute cruzado. A bola saiu rente à trave.

Na melhor chance do Tricolor no jogo, Zé Rafael foi avançando em diagonal da esquerda meio sem ser incomodado e tentou o chute da meia lua, aos 36. A bola foi no canto direito e Diego Alves defendeu, mas deu rebote nos pés de Élber. O meia chutou forte no mesmo canto e o goleiro do Flamengo salvou seu time com uma grande defesa.

O Bahia tentou novamente de longe aos 41, desta vez com Allione, mas Diego Alves fez defesa segura.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO-RJ 2 X 0 BAHIA-BA

Local:
 Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 31 de maio de 2018 (Quinta-feira)
Horário: 16h(de Brasília)

Renda:
 R$ 1.780.859,00
Público: 55.382 (50.141)

Árbitro:
 Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)

Cartões Amarelos:
 Gregore, Élber (Bahia)
Gols: Diego e Lucas Paquetá (FLA)

FLAMENGO:
 Diego Alves, Rodinei, Léo Duarte (Thuler), Rhodolfo e Renê; Jonas (Rômulo), Lucas Paquetá, Diego, Éverton Ribeiro e Vinicius Júnior; Henrique Dourado (Jean Lucas)
Técnico: Maurício Barbieri

BAHIA:
 Anderson, João Pedro, Tiago, Lucas Fonseca e Eugenio Mena; Gregore (Flávio), Elton, Vinícius (Júnior Brumado), Zé Rafael e Élber; Régis (Allione)
Técnico: Guto Ferreira

Superesportes


Comments are closed.