Um prejuízo incalculável e uma grande tristeza para um produtor rural da região do Anel Viário Ayrton Sena, em Uberlândia. Nesta madrugada de quarta-feira, 30, ladrões mataram duas vacas leiteiras e roubaram toda a carnes. O que ficou no local foi apenas a carcaça dos animais.

O pecuarista Romires Fernando Monteiro conta que neste período de entressafra e seca, o leite é o ganha pão dele e da família, não sendo possível calcular o tamanho do prejuízo. “A perda é muito triste”, disse.

Ele sempre chega cedo na fazenda, que arrenda para a criação de gado. Da porteira pra dentro sabe bem quantos animais tem e até o nome de cada um. A fazenda fica às margens de uma rodovia, o que não atrapalhou a ação dos ladrões.

Continua após a publicidade

Os bandidos invadiram a propriedade durante a madrugada para matar e roubar a carne de duas vacas sem chamar atenção do proprietário. Um chapéu de boiadeiro pendurado na porteira é a sinalização para que os comparsas tivessem a certeza de que esta seria a fazenda a ser invadida. Eles quebraram o cadeado e tiveram acesso à fazenda.

Essa não é a primeira vez que o produtor recebeu a visita dos ladrões. Em 2015 nós acompanhamos a ocorrência em que duas vacas da raça Girolando foram abatidas. Segundo Romires, naquele ano outras cinco vacas já haviam sido mortas por criminosos antes.

E em 2017 outra ocorrência. Ladrões invadiram a propriedade e roubaram a ordenha mecânica do pecuarista. Fato também registrado por nossa equipe. Até mesmo a bomba de sucção foi levada. Não satisfeitos apenas em roubar, os bandidos ainda jogaram um líquido vermelho dentro do tanque de resfriamento e o pecuarista teve que esgotar toda a produção. Antes de fugirem eles ainda atearam fogo na caminhonete da vítima.

Além de todo o prejuízo financeiro, o pior e a dor de ver a criação morta no chão//.

No local: Rodrigo Silva


Comments are closed.