Uma discussão em pleno Dia das Mães terminou com Adilson Pereira da Silva, de 37 anos, espancado até a morte no bairro Novo Aarão Reis, região Norte de Belo Horizonte, na noite desse domingo (13). Um dos suspeitos do crime é o concunhado da vítima. 

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, familiares de Adilson contaram que ele estava em uma comemoração na casa da sogra quando, por motivo não esclarecido, se desentendeu com o concunhado. 

Publicidade

A polícia chegou a ser acionada, mas foi dispensada pela própria vítima. Horas depois, os militares foram acionados novamente pela companheira do homem. 

Ela contou que seis homens entraram na casa da família à procura do marido dela. Adilson se escondeu debaixo da cama, mas foi encontrado e agredido, provavelmente, com pedaços de pau ficando com o rosto totalmente desfigurado. 

Do grupo, a mulheres conseguiu identificar três agressores, entre eles um homem de 37 anos, que acabou preso.  Outros dois identificados pela dona de casa apenas não foram localizados.

A polícia não informou se o suspeito preso é o concunhado da vítima ou algum comparsa que participou do crime. Ele foi encaminhado à Central de Flagrantes 1 (Ceflan).


Vale a pena abrir uma empresa enquadrada no MEI? Saiba algumas vantagens e desvantagens

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here