Em protesto contra os altos impostos cobrados sobre os combustíveis, a empresária Cibele Rodovalho – Presidente da Associação dos Postos Independentes – fez uma espécie de manifestação relâmpado nesta manhã de sexta-feira, 1º, no posto de combustível do qual é proprietária. Ela retirou 100%dos impostos incidentes sobre a gasolina e vendeu 1.000 litros do combustível a R$ 2,35.

“Nós colocamos uma promoção hoje, do Dia Livre do Imposto, 1.000 litros a R$ 2,35, para protestar e pra dizer que sobre a gasolina, mais da metade é imposto. É absurdo, é realmente impraticável continuar com estes impostos sobre o combustível.”

Durante entrevista ao vivo no Programa Chumbo Grosso 1ª Edição desta sexta-feira, 1º de junho, o repórter especial Carlos Vilela foi até o posto de combustíveis, localizado no km 67 da BR-050, sentido ao Bairro Marta Helena e abordou também outros temas referentes aos resultados da manifestação dos caminhoneiros.

Continua após a publicidade

O governo manteve o acordo com os caminhoneiros que garantia 46 centavos a menos no preço do Diesel. Mas será que essa redução já chegou às bombas? É fato que o preço reduziu.

No posto visitado pela nossa equipe de reportagem, por exemplo, o valor encontrado foi de R$ 3,679, valor abaixo do recente R$ 3,89. Mas a redução não reflete o valor real descontado pelo governo.

Cibele Rodovalho explicou o motivo. Segundo ela, o governo prometeu 46 centavos, mas o que vai chegar para o empresário é 41 centavos e não é possível assumir os 5 centavos/litro restantes. “O nosso combustível Diesel vem misturado com BioDiesel, mas no biodiesel não teve desconto nenhum. Então o governo anuncia, fala que eu tenho que colocar no meu posto uma placa com os R$ ,046 de desconto, mas eu não recebi e não vou receber esse desconto”, disse.

 


Comments are closed.