Artilheiro do time no ano, com 12 gols, Ricardo Oliveira não marca no Independência há quatro jogos Fonte: pedro Souza/Atlético

No Campeonato Brasileiro, são três vitórias em quatro jogos no Independência. O retrospecto recente do Atlético no estádio, porém, tem um aspecto curioso. Nas quatro partidas disputadas no Horto no mês de maio, o time alvinegro marcou apenas um gol. Cenário que precisa mudar para que a equipe se recupere na competição.

O único gol marcado pelo Atlético no Independência nos últimos quatro jogos foi de autoria de Róger Guedes. O atacante deu ao time a vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, pela sexta rodada da Série A. Nas outras partidas, empates por 0 a 0 com Chapecoense (ida das oitavas de final da Copa do Brasil) e San Lorenzo-ARG (volta da primeira fase da Copa Sul-Americana) e derrota por 1 a 0 para o Flamengo (sétima rodada do Brasileirão).

Continua após a publicidade

Entre compromissos como mandante e visitante, o Atlético marcou 26 gols em 18 jogos no Independência nesta temporada – média de 1,44 por partida, bem superior aos 0,25 de maio. A equipe alvinegra tem sofrido com as fortes marcações dos adversários, que costumam aguardar as investidas dos donos da casa.

Reverter a situação em junho é importante. Afinal, o Atlético terá quatro jogos pelo Brasileirão antes do início da Copa do Mundo. Todos eles serão disputados justamente no Independência. A sequência se inicia neste sábado, às 16h, contra a Chapecoense. Em seguida, a equipe encara América (como visitante), Fluminense e Ceará.

Superesportes


Comments are closed.