Série de ataques cresce em Uberaba e ônibus são retirados de circulação

Ônibus foram incendiados nesta tarde. À noite, bandidos atearam fogo em uma agência bancária. Outro grupo tentou incendiar um posto de combustíveis. Em Uberlândia, ônibus estão sendo escoltados
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Depois da série de ataques que deixou três ônibus incendiados em menos de duas horas, a prefeitura e a Polícia Militar de Uberaba, no Triângulo Mineiro, decidiram suspender a circulação dos veículos do transporte coletivo na noite deste domingo (3).

O funcionário de uma empresa de transportes que preferiu não se identificar informou que a companhia espera uma autorização do comando da polícia para retomar a circulação dos coletivos.

O clima de tensão aumentou nesta noite, quando quatro homens foram vistos ateando fogo em uma agência da Caixa Econômica Federal no bairro São Benedito. De acordo com a Polícia Militar, nenhum deles foi preso. O Corpo de Bombeiros teve trabalho para combater as chamas.

Vândalos ainda tentaram incendiar um posto de combustíveis no bairro Morumbi. O grupo arremessou coqueteis molotov no estabelecimento, mas o fogo não se propagou. Durante o rastreamento, a polícia prendeu três suspeitos que estavam com galões de combustível.

Uberlândia

Em Uberlândia, onde três ônibus também foram incendiados nesta tarde, os coletivos estão circulando sob escolta da Polícia Militar. De acordo com a Tenente Camila, foi cogitado retirar os veículos de circulação, mas a medida foi descartada devido ao baixo número de ônibus que fazem o transporte coletivo na noite deste domingo.

De acordo com a militar, a PM faz a guarda das estações de ônibus da cidade e acompanha os coletivos nas principais ruas e avenidas da cidade. Segundo ela, em ataques anteriores o grupo atuava em bairros afastados do Centro da cidade, o que leva a corporação a ficar atenta também a esses locais.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

1
2
3
4
5
1
2
3
4
5
1
2
3
4
5

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida