Um atirador de elite da Polícia Militar matou um homem que mateve uma refém em uma loja de calçados no centro de Belo Horizonte na noite desta terça-feira.

De acordo com a PM, os militares precisaram agir pois o criminoso já estava com a arma engatilhada. O assaltante foi atingido com um tiro na cabeça.

Segundo os militares, o homem e um comparsa roubaram uma sacola de celulares em uma loja na avenida Augusto de Lima, no Barro Preto. Depois de verificar imagens de câmeras de segurança, a polícia identificou um deles, que entrou na loja Elmo na avenida Paraná.

Continua após a publicidade

Segundo o major Flávio Santiago, chefe da sala de imprensa da PM, ao identificar a ação da polícia, o assaltante atirou contra a parede, puxou a vítima, que estava atrás dele comprando um calçado para um familiar, e colocou a arma na cabeça dela.

O quarteirão da avenida Paraná com a Carijós ficou interditado. O Comando de Policiamento Especializado (CPE) e militares de várias companhias do 1º Batalhão estiveram no local para negociar com o criminoso.

De acordo com o Major Santiago, o assaltante tinha passagens por crimes como roubo e tráfico de drogas. A família dele, muito abalada, esteve no local no início da noite e não quis dar entrevistas.


Comments are closed.