Dois ônibus foram incendiados na região metropolitana de Belo Horizonte na madrugada desta quarta-feira (6). Segundo a Polícia Militar (PM), pelo menos dois homens armados renderam um motorista da linha 616 C, que liga a estação Pampulha ao bairro Céu Azul.

Os atentados a ônibus, bancos, prédios públicos e viaturas, que começaram no domingo (3) e atingiram pelo menos 25 cidades mineiras, foram ordenados pela facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

O ataque aconteceu na avenida Itaú, no bairro Lagoa, em Venda Nova. De acordo com testemunhas, os dois suspeitos fugiram usando uma motocicleta. 

Continua após a publicidade

Em Ribeirão das Neves, desta vez no bairro Veneza, um ônibus de viagem foi incendiado. O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 4 horas da manhã de hoje para combater um incêndio em um ônibus de viagem, no bairro Veneza, na rua 35, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo os Bombeiros, o proprietário informou que havia uma papel pregado no veículo com as iniciais PCC, mas até o momento ninguém foi preso.

Ainda segundo a corporação, as chamas destruíram a cabine do motorista, mas, o próprio dono do veículo conseguiu conter o incêndio.

Outro ônibus foi incendiado também em Neves, desta vez no bairro Lagoa, mas especificamente na avenida Itaú. Os bandidos renderam o motorista e fugiram usando uma motocicleta. Nenhuma pessoa foi presa. 

São Bento Abade

No Sul de Minas Gerais, mais dois coletivos viraram pó em São Bento Abade. Pelo menos quatro homens renderam um motorista de um ônibus em um estacionamento, jogaram gasolina no ônibus e depois atearam fogo. Na fuga, os suspeitos renderam uma taxista e seguiram em direção a Três Corações.

Durante o percurso, os bandidos obrigaram o motorista a ultrapassar um caminhão, vindo a capotar. Pelo menos quatro suspeitos fugiram pela mata. O taxista passa bem. Polícia da região está no rastreamento dos bandidos. 

Os ataques foram registrados em vídeo pelo Diário Independente.

Um terceiro ônibus, que estava estacionado no pátio da Escola Municipal Paulo Afonso Vilela, foi parcialmente queimado. Os bombeiros conseguiram controlar o incêndio antes que o coletivo fosse totalmente destruído.

Santa Rita do Sapucaí

Um incêndio em um caminhão dentro do almoxarifado da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) na cidade de Santa Rita do Sapucaí, no Sul do Estado.

O incêndio tem características de um ato criminoso, uma vez que foi encontrada uma garrafa pet com resíduo de gasolina perto do local, mas até o momento da publicação desta matéria a polícia não confirmou nenhuma relação com a onda de ataques no Estado.


Comments are closed.