A Prefeitura de Uberaba, no Triângulo Mineiro, decretou situação de Alerta e Anormalidade por causa dos ataques contra veículos do transporte público e bens públicos da cidade. Desde o último domingo (3) Minas Gerais registrou 60 ataques a ônibus em 29 cidades do Estado.

De acordo com o prefeito de Uberaba, Paulo Piau, todos os cuidados necessários estão sendo tomados para que não haja mais danos. “Os ônibus sairão com policiamento, portanto vamos atender até que a polícia detenha o vandalismo e que isso cesse. Claro que isso precariza o funcionamento do transporte, mas os motoristas também têm direito à sua segurança. Os cidadãos não ficarão sem transporte”.

Piau destacou que nesta segunda-feira (4) esteve reunido com Polícia Militar, Civil, Federal, Rodoviária Federal e o judiciário, para que haja uma ação coordenada, reforçado que o município está cobrando apoio. Ele avalia que os ataques não estão sendo à pessoas, mas sim à bens.

Continua após a publicidade

“Reforçamos que todos os serviços públicos continuam dentro da normalidade. Nesse momento novas estratégias e novas rotas para os ônibus estão sendo traçados por estratégia, exatamente visando à segurança de todos. A coleta de lixo também teve um caminhão danificado. Mas nós não admitimos que serviços essenciais sejam paralisados, pode até ficar prejudicado em função da segurança, mas tudo será continuado”.

O que muda com o decreto

Em relação ao Decreto de Alerta, o prefeito explicou que com esta medida ações emergenciais que necessitem de recursos públicos, podem ser tomadas com redução de burocracia/ procedimentos. Como por exemplo, caso necessário, a possibilidade de contratação de serviços de segurança armada para a proteção de patrimônio público.

“Esperamos nesse momento que as Polícias, Militar, Civil e Federal, possam agir, e pedimos muito o apoio do Ministério Público e da Justiça, para que uma vez preso não soltem esses suspeitos. A situação é de alerta e precisa ser tratada como tal. Encaminhamos ofícios, inclusive, ao governador e ao Presidente da República, reforçando que é preciso existir uma ação rápida para coibir esta violência e este vandalismo que acontece não só em Uberaba, mas em diversos pontos do estado de Minas Gerais”.

Na avaliação de Piau, o decreto de alerta emitido nesta terça-feira é uma necessidade de estar preparado para qualquer ação que for necessária para integrar com as forças de segurança pública. “As ações estão sendo comandadas, efetivamente, pelos órgãos competentes, mas o município tem o dever de somar para proteger sua população interagindo com as forças de segurança”, ressaltou o prefeito.

 


Comments are closed.