Everton Ribeiro segue como a esperança da criação de jogadas no meio-campo do Flamengo Fonte: Gilvan de Souza/Flamengo

Fluminense e Flamengo fazem o clássico carioca da décima rodada do Campeonato Brasileiro nesta quinta-feira, às 20h (horário de Brasília), no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Os dois times estão com sentimentos opostos no atual momento da temporada. O Rubro-Negro vem brilhando e após a vitória de 1 a 0 sobre o Corinthians está cada vez mais firme na liderança, com 20 pontos conquistados. Já o Tricolor, apesar de fazer boa campanha com 14 pontos, tenta se recuperar da derrota de 2 a 1 sobre o Paraná Clube e convive com o excesso de lesões no plantel.

No fim de semana, em seus respectivos jogos, os dois times tiveram atuações distintas. O Fla brilhou com uma grande atuação. Por isso, a ordem é manter o bom futebol no clássico: “Nós estamos conseguindo evoluir e contra o Corinthians mostramos um bom futebol. Agora precisamos manter essa pegada diante do Fluminense, pois clássico é sempre muito complicado”, disse Maurício Barbieri, comandante do Mengo.
No Tricolor, é necessário reagir após uma péssima atuação contra o Paraná: “ Vamos ter que fazer muito mais para ganhar do líder, pois a nossa atuação contra o Paraná foi muito abaixo do esperado. Se repetirmos, com certeza vamos ter um resultado muito ruim”, analisou o técnico Abel Braga.
Evolução é a palavra de ordem pelo lado do Flu: “O Fluminense teve muitas falhas contra o Paraná Clube, tanto que o Abel chamou muito a nossa atenção. Agora vamos ter um clássico pela frente e não podemos cometer tantos erros, pois a cobrança vai ser muito grande pela qualidade do adversário. É fundamental apresentarmos uma evolução em relação ao que foi visto na segunda-feira, quando definitivamente não estávamos em uma grande noite”, disse o zagueiro Gum.
O clássico diante dos tricolores é visto como estratégico para o Flamengo: “Se conseguirmos nos impor no clássico e ganharmos o jogo vamos atingir uma pontuação muito boa, e depois ainda teremos a chance de ampliá-la em casa no domingo (diante do Paraná Clube). Portanto, estrategicamente é muito importante somarmos os três pontos agora e depois seguirmos para tentarmos ir para o recesso da Copa ainda melhores. Só que damos um passo por vez e o foco está no jogo contra o Fluminense”, afirmou o zagueiro Rhodolfo.
Em termos de escalação, o Rubro Negro perdeu o meia Diego, que cumpre suspensão por ter sido advertido com o terceiro cartão amarelo contra o Timão. Como Gustavo Cuéllar volta a ficar à disposição após ter integrado a lista de espera da seleção colombiana e acabar de fora do Mundial, Jonas e Jean Lucas disputam uma vaga no time.
Pelo lado do Fluminense, o lateral Léo não pode jogar, pois tem os direitos federativos ligados ao Flamengo. Matheus Alessandro deve herdar o posto. Com Marcos Júnior se juntando a Pedro no departamento médico por conta de lesão na coxa esquerda, o ataque deve ser composto por Robinho e João Carlos.

FLUMINENSE X FLAMENGO

Continua após a publicidade

FLUMINENSE
Julio Cesar, Gum, Renato Chaves, Luan Peres e Matheus Alessandro; Richard, Jadson, Junior Sornoza e Marlon; Robinho e João Carlos.
Técnico: Abel Braga

FLAMENGO
Diego Alves, Rodinei, Rhodolfo, Léo Duarte e René; Gustavo Cuéllar, Jean Lucas (Jonas), Lucas Paquetá, Everton Ribeiro e Vinicius Júnior; Henrique Dourado.
Técnico: Maurício Barbieri

Local: Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Data: 7 de junho de 2018 (Quinta-feira)
Horário: 20h00 (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa-PA)
Assistentes: Helcio Araujo Neves (PA) e Heronildo Freitas da Silva (PA)

Superesportes


Comments are closed.