O Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu na noite desta segunda-feira (11) que irá conceder um reajuste salarial de 3,98% aos metroviários.

Com a decisão, proferida pelo ministro Maurício Godinho, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) terá que aplicar o reajuste com um pagamento retroativo ao mês de maio de 2017. Com o reajuste, o salário-base mensal da categoria será de R$ 1.674,24. 

De acordo com o diretor jurídico do Sindimetro-Minas Gerais, Róbson Zeferino, a decisão da justiça mostra que a greve decretada pela categoria no dia 29 de maio foi acertada.

Continua após a publicidade

“Entramos em greve justamente para forçar a decisão da justiça que já se arrastava a quase um ano. Foi um transforno para a população, principalmente por conta do momento em que vivia o país, mas não tínhamos opção”, destacou Zeferino.


Comments are closed.