Uma discussão no trânsito de Juiz de Fora, na Zona da Mata, terminou em agressão e atropelamento na noite deste domingo (17). Um homem de 34 anos foi preso por tentativa de homicídio, omissão de socorro e direção perigosa contra um outro motorista de 32 anos, com quem ele tinha se desentendido horas antes.

De acordo com a Polícia Militar, o suspeito, de 34 anos jogou o seu carro, um Hyundai i30, contra o motorista de 32 anos, que dirigia uma Saveiro, e depois de atropelá-lo fugiu em alta velocidade, batendo em um Fox que estava estacionado e capotando.

Segundo o boletim de ocorrência, a briga começou na rotatória da avenida Rui Barbosa. O motorista da Hyndai i30 contou que o condutor da Saveiro não sinalizou com a seta uma conversão e os veículos quase colidiram. Esse condutor ainda teria o chamado de “filho da puta”. O motorista da Hyundai disse que ficou revoltado com a situação, desceu do carro e disse ao motorista da Saveiro que sua vontade era de “lhe dar um tiro na cara”.

Continua após a publicidade

Depois disso, os dois começaram a brigar. O motorista de 34 anos disse que o de 32 anos teve ajuda de outras pessoas para agredi-lo. Nesse momento ele entrou no carro e disse: “agora a minha arma é essa”, e atropelou o motorista de 32 anos, fugindo em seguida. A vítima foi socorrida para um hospital da região, atendida e liberada.

O homem  de 34 anos não apresentou Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) recolhida por crime de trânsito. Os dois motoristas fizeram o teste do etilômetro que não acusou embriaguez. Os dois motoristas receberam voz de prisão em flagrante delito e foram encaminhados para a Delegacia de Plantão de Polícia Civil de Juiz de Fora.

 


Comments are closed.