Canadá é o primeiro país do G7 a legalizar uso recreativo da maconha

O Senado do Canadá aprovou na noite de terça-feira (19) a legalização do uso recreativo da maconha em todo o território do país. O projeto foi aprovado por 52 votos favoráveis e 29 contrários. Com isso, o Canadá se tornou o primeiro país do G7 (grupo dos países ricos) a legalizar o uso recreativo da maconha. O primeiro havia sido o Uruguai, há quatro anos.

O projeto de lei foi apresentado pelo próprio Executivo canadense e, antes de ser aprovado pelos senadores, passou pela Câmara dos Deputados.

A legalização da maconha no país já havia sido aprovada no começo do mês, mas com a tramitação na Câmara e no Senado, foram feitas emendas e modificações, por ambas as casas.

O projeto agora seguirá para sanção da governadora-geral do país, Julie Payette, representante da Coroa Britânica no Canadá.

O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, já havia se manifestado a favor da aprovação da proposta. Além disso, ele defende publicamente, o cultivo doméstico da maconha.

Segundo a imprensa local, o processo de legalização deverá durar cerca de quatro meses.

Agência Brasil

Supremo decide hoje sobre validade de delação negociada pela PF

Veja as 17 vagas de emprego disponíveis no SINE de Ituiutaba nesta quarta-feira (20)