A Polícia Militar (PM) está à procura dos assassinos de um 2º Tenente reformado da PM, que foi morto dentro da própria casa em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, nessa quarta-feira (20). 

O corpo do militar, de 75 anos, que não teve o nome revelado pela polícia, foi encontrado dentro da casa do policial aposentado, que fica localizado no bairro Vale da Prata. A Polícia acredita que o homem tenha sido vítima de um latrocínio (roubo seguido de morte).

Um alicate de pressão foi encontrado próximo no quarto onde estava o corpo do 2º Tenente, com marcas de ferimentos na cabeça.

Continua após a publicidade

Um travesseiro com marcas de sangue, que foi encontrado na cena do crime, também foi recolhido pela perícia para tentar reunir provas que identifiquem os autores do assassinato.

Um homem que estava nas proximidades da casa do militar e que já tinha um mandado de prisão em aberto foi detido pela polícia suspeito de ter participado do assassinato do militar aposentado.

O 2º Tenente da Polícia Militar aposentado assassinado era proprietário de uma loja de roupas em Ribeirão das Neves, e segundo um funcionário, o militar da reserva tinha saído da cidade em direção à São Paulo na sexta-feira (15) para comprar roupas e teria afirmado que retornaria a grande BH na terça-feira (19). Desde então, o militar estava desaparecido.

Carro do militar estava abandonado

A morte do policial militar aposentado ainda é cercada de muito mistério. A Polícia Militar encontrou o corpo do idoso após moradores do bairro Monte Verde, também em Ribeirão das Neves, fazerem contato com a polícia para reclamar que um carro que estava atrapalhando o tráfego de uma das ruas do bairro há alguns dias.

O veículo, um Voyage de cor prata, estava trancado e a chave do automóvel foi encontrado próximo ao local onde o carro estava parado. Ao levantarem dados sobre o carro, a PM descobriu que o veículo pertencia ao policial militar aposentado assassinado e que não havia nenhuma reclamação de furto do automóvel.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, a polícia foi fazer buscas na casa onde o policial aposentado morava, no bairro Vale da Prata, em Ribeirão das Neves.

Segundo a polícia militar, uma testemunha que estava próxima ao imóvel teria afirmado a polícia que tinha recebido uma ligação da filha da vítima dizendo que o pai estava desaparecido.

Após fazerem buscas, os policiais encontraram o corpo do idoso em um dos quartos da casa. A perícia da Polícia Civil identificou que o crime havia sido cometido há pelo menos um dia, já que o corpo do policial aposentado já começava a apresentar sinais de putrefação.


Comments are closed.