Uma ambulância segue em alta velocidade por uma rodovia. Dentro do veículo, além do motorista, estão uma senhora com câncer, deitada em uma maca hospitalar, e a filha dela, que a acompanha na parte de trás. De repente, as portas se abrem deixando a paciente e a passageira vulneráveis, sem nada mais que as impeça de cair no asfalto. O condutor não para, nem faz nada para resolver a situação.

O caso, registrado em vídeo e compartilhado no Facebook, aconteceu nesta semana em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. A idosa era transportada para o Hospital das Clínicas da cidade.

“Gente, olha só a situação da ambulância que estava levando a minha mãe para o hospital. Isso é uma falta de respeito. O motorista falou que não tinha como ele fazer nada”, reclama na rede social Cinara Silva, umas das filhas da paciente.

Continua após a publicidade

O vídeo “viralizou” na internet e até a manhã desta sexta-feira já tinha mais de 61 mil compartilhamentos e centenas de comentários de pessoas indignadas. “Isso é uma falta de respeito com o cidadão brasileiro. Tinham que parar esse veículo e multar o motorista”, comenta um homem. “Que falta de amor ao semelhante. Autoridades tomem uma providência. Isso é uma vergonha, misericórdia”, desabafa uma mulher.

Outros usuários da rede social também ficaram indignados com a filha da idosa, que ao invés de segurar a maca com as duas mãos, usou um celular para registrar a situação em vídeo. “Pior que o motorista é você, que viu sua mãe em perigo e não fez nada para corrigir”, disse um rapaz.

O Hospital das Clínicas foi procurado para esclarecer o caso na manhã desta sexta, mas as ligações não foram atendidas.

Assista ao vídeo:

Gente olha só a situação da ambulância q tava levando a minha mãe para o hospital do câncer.. isso é uma falta d respeito com nois.. o motorista da ambulância falou q não tinha como ele fazer nada.

Publicado por Cinara Silva em Quarta-feira, 20 de junho de 2018

Fonte: O TEMPO


Comments are closed.