Os protestos dos professores da rede estadual de ensino continuam. Educadores de Uberlândia se reuniram no cruzamento da Rua José Andraus Gassani com a Avenida Afrânio Rodrigues da Cunha, sob gritos de protesto e carregando faixas que demonstram a indignação da classe. A luta é para garantir o direito ao recebimento de salários dos aposentados.

Segundo a educadora Elaine Cristina Ribeiro, os profissionais que estão na ativa já receberam, mas os aposentados ainda não, e que esta luta é também pelos aposentados. Os manifestantes reforçam que as dificuldades enfrentadas pela falta de dinheiro já começam a aparecer.

Não é mais possível manter o nome limpo e, quem nunca teve problemas com nome sujo agora está tendo.

Continua após a publicidade

A aposentada Neuza Chagas falou da indignação de quem trabalhou vários anos a favor da educação e agora tem problemas com o atraso nos salários. “Eu me dediquei vários anos na educação de qualidade e agora sofro com isso. A gente não merece isso”, disse.

No local: Marina Caixeta


Comments are closed.