Um motociclista entregador de gás, de 38 anos, morreu depois de ser atingido por uma linha chilena às 9h30 deste domingo (24) na rua Rio Retiro, no bairro Retiro, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Ele ainda tinha cerca de cinco entregas para fazer até encerrar o expediente.

De acordo com a Polícia Militar, Igor César Leal foi atingido no pescoço e morreu na hora. O suspeito de usar a linha não foi encontrado e, segundo testemunhas, poucos minutos após o acidente, a linha foi retirada do local. Uma das testemunhas, que pediu para não ser identificada, contou que estava na igreja em frente ao local do acidente quando ouviu um tumulto do lado de fora. “Foi tudo muito rápido. Ele caiu e o sangue começou a jorrar. Quando chegamos aqui do lado de fora, vimos a poça de sangue que já estava formando. Foi assustador. Isso nunca aconteceu aqui, mas o pessoal realmente solta muita pipa aqui na região”, afirmou.

O genro da vítima, que também não será identificado, contou à reportagem que homem era trabalhador e muito querido. “Uma pessoa muito querida para nós. Trabalhava todos os dias e já mexia com esse negócio de gás há muito tempo. Uma fatalidade mesmo. Não tem como explicar o que estamos passando”, afirmou.

Continua após a publicidade

A linha chilena é feita de cola de madeira e óxido de alumínio e corta quatro vezes mais do que o tradicional cerol. 

Dados

Segundo a assessoria de imprensa do Hospital de Pronto Socorro João XXIII, de janeiro a maio deste ano, foram 10 vítimas de linha de cerol ou chilena socorridas para a unidade. Já em 2017, 25 pessoas deram entrada na unidade e em 2016 foram 33 vítimas.

Os dados se referem a vítimas que foram feridas mais gravemente. Vítimas leves são socorridas para outros hospitais. 

Usar cerol ou linha chilena é crime

Empinar pipa com uso de cerol – cola misturada com vidro moído e impregnada à linha – é crime previsto no artigo 132 do Código Penal, que pune com pena de três meses a um ano de prisão quem expõe a vida de outra pessoa a perigo. Adolescentes flagrados na prática são levados a uma delegacia da Polícia Civil e liberado na presença dos pais ou responsáveis. Além disso, a Lei 14.349, de julho de 2002, prevê multa de até R$ 1.500 para quem portar linha com cerol ou chilena. 

O Corpo de Bombeiros alerta a população para que solte pipas em locais abertos, preferencialmente em parques; não use linha chilena ou cerol; não solte pipas perto de aeroportos ou redes elétrica, nem em dias nublados e de chuva.

Além de ser um risco para os motociclistas, as linhas com cerol ou chilena também são um risco para pedestres e ciclistas. Um jeito dos motociclistas e ciclistas se prevenirem é instalar a antena corta pipa. Pedestres devem ficar atentos onde houver pessoas empinando pipas. 

Uberaba 

Em Uberaba, no Triângulo Mineiro, uma mulher, que não teve a idade revelada, também ficou ferida por uma linha de cerol na tarde deste sábado (23).  Ela foi atingida no pescoço e caiu da motocicleta. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a mulher foi socorrida para um hospital da região sem risco de morte.


Comments are closed.