Após 12 horas de interdição, o Anel Rodoviário, na altura do bairro Madre Gertrudes, na Região Oeste de Belo Horizonte, foi liberado nesta terça-feira (26). A retenção foi provocada pelo tombamento de um caminhão-tanque,  como informou a Via 040. A empresa responsável pelo transporte fez a limpeza da pista e o transbordo da carga.

A pista principal do Anel Rodoviário, no sentido Vitória, próximo ao Expominas, foi liberada primeiro. A alça que dá acesso da Cardeal Eugênio Pacelli para a lista sentido Vitória ainda ficou interditada por mais tempo, já que foi o ponto onde houve maior derramamente de óleo disel na pista. As pistas foram completamente liberadas por volta das 16h.

Na manhã desta terça-feira (26), uma carreta carregada de óleo diesel tombou no Anel Rodoviário, no sentido Vitória, sobre o viaduto da avenida Amazonas, na região Oeste de Belo Horizonte. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ninguém se feriu. 

Continua após a publicidade

Agentes Via 040 fizeram a  limpeza da pista no começo da manhã, já que o combustível se espalhou por um trecho de aproximadamente um quilômetro da rodovia.

Aproximadamente 10 mil litros de óleo diesel foram derramados pelo tombamento da carreta-tanque que transportava 38 mil litros de óleo diesel desde Betim, na região metropolitana, até Unaí, no Noroeste do Estado. 

O tráfego de veículos no Anel Rodoviário, no sentido Vitória, foi afetado. 

De acordo com Polícia Militar Rodoviária, o congestionamento na rodovia chegou a 3 km.

Um desvio para veículos leves e de passeio foi feito na altura do km 531, no bairro das Indústrias, fazendo com que os motoristas passem pela avenida Teresa Cristina.

Os caminhões e outros veículos de carga pesada foram  desviados no acesso a avenida Amazonas e seguem pelo Anel Rodoviário pela pista marginal,


Comments are closed.