A Polícia Militar (PM) ocupa desde o início da manhã desta quarta-feira o aglomerado Mãe dos Pobres, na divisa dos bairros Jardim Leblon e Piratininga, na região de Venda Nova.

 

Um total de 21 policiais estão fechando as entradas do aglomerado. Um pelotão do Batalhão de Choque da PM, composto por aproximadamente 30 homens, também no local. Cães farejadores também reforçam a ação da polícia.

Continua após a publicidade

A ocupação policial no aglomerado foi desencadeada depois que dois ônibus foram queimados em menos de 12 horas nos bairros Jardim Leblon e Céu Azul, nesta terça-feira.

O comandante do policiamento na região, o major Warley Almeida, confirmou a reportagem de O Tempo que a polícia tem indícios que apontam que os ataques foram ordenados por traficantes que atuam no aglomerado. O tráfico de drogas na comunidade seria comandado por traficantes ligados à facção criminosa Comando Vermelho. 

“Vamos endurecer as ações contra o tráfico, aumentando o policiamento no entorno do aglomerado. Já temos provas de que os ataques foram ordenados por traficantes do aglomerado” destacou o militar. 

Apreensão

Na noite de ontem, uma operação da Polícia Militar (PM) apreendeu quatro revólveres (três calibres 32 e um calibre 22), munições para revólveres calibre 32 e pistola calibre 357 e aproximadamente 1,5 kg de maconha em porções, no aglomerado Mãe dos Pobres.no bairro Piratininga, região de Venda Nova.

Segundo a PM, traficantes do aglomerado teriam ordenados os ataques que destruíram dois ônibus nos bairros Jardim Leblon e Céu Azul ontem. O material apreendido pela polícia foi encontrado em um barracão abandonado no beco São Luiz, no aglomerado Mãe dos Pobres.

Os militares também encontraram no imóvel um galão que seria usado pelos traficantes do aglomerado para transportar gasolina que teria sido usado nos ataques aos ônibus ocorridos nos bairros Jardim Leblon e Céu Azul. 

Uma balança de precisão também foi encontrada pela polícia no local, que segundo a PM, seria usado como uma espécie de depósito de armas e drogas pelos criminosos.


Comments are closed.