Uma adolescente de 15 anos se armou com uma faca para matar uma colega de escola, que estaria mandando mensagens para o namorado dela, mas acabou esfaqueando uma jovem de 22 anos que tentou impedir o crime.

A tentativa de homicídio foi por volta das nove horas da noite dessa quinta nas imediações da Escola Municipal Nazinha Conrado Silva, localizada na avenida Existente, 1.425, no bairro Morro Alto, em Vespasiano, região metropolitana de Belo Horizonte.

O alvo da adolescente de 15 anos era uma colega de sala dela, uma outra adolescente, de 17 anos, mas a agressora acabou dando várias facadas na amiga da jovem Cristiane Aparecida dos Santos Azevedo, de 22 anos.

Continua após a publicidade

A menor de 15 anos disse que o namorado dela havia comentado com ela que a colega de 17 anos andava mandando mensagens para ele. Diante disse, a agressora conta que se armou com uma faca e foi para a escola com a intenção de matar a colega.

A autora abordou a adolescente de 17 anos, que estava acompanhada da amiga Cristiane. Cristiane tentou defender a amiga e levou várias facadas, uma delas nas costas.

A PM foi acionada e ao chegar ao local encontrou a vítima sendo socorrida por funcionários da escola. A vítima foi levada para um hospital em uma viatura do Tático Móvel.

Segundo a adolescente de 17 anos, ela estava saindo da escola com Cristiane, quando ela viu a agressora indo indo na direção delas e pedindo que ela a esperasse.

A adolescente conta que Cristiane tentou defendê-la, mandando-a que caminhasse na frente dela, motivo que teria deixado a agressora irritada. Houve uma discussão e a menor de 15 anos sacou a faca que estava na cintura e acertou vários golpes em Cristiane.

O namorado do adolescente, que teria sido o pivô do crime, estava presente e acompanhou tudo sem fazer nada, segundo testemunhas. O namorado teria ficado apenas observando e depois mandou a namorada sair correndo.

A agressora foi localizada pela PM mais tarde e recebeu voz de apreensão, por ela ser menor, e ela foi conduzida para a Delegacia de Plantão de Vespasiano, acompanhada de um representante legal.

O namorado também foi junto, mas como testemunha do crime, e a faca foi apreendida. Para a PM, a agressora reafirmou que a sua intenção era matar a colega que estava dando em cima do namorado dela. Cristiane deu entrada no Hospital Risoleta Neves por volta das 22h. Ele recebeu pontos nos ferimentos e teve alta às 23h30.

Confusão 

A diretora da escola, Flávia Ribeira, informou que a adolescente agressora não é mais aluna e que ela abandonou os estudos há mais de 30 dias. Segundo ela, a jovem esfaqueada e a amiga de 17 anos, que seria o alvo da agressão, estudam no local.

Flávia ressaltou que a violência aconteceu fora do portão da escola. “Foi uma briga por conta de namorado. Depois que a menina foi agredida lá fora, ela voltou para dentro da escola e ficamos sabendo de um tumulto no meio da rua”, conta a diretora. Ela disse que os funcionários prestaram os primeiros socorros e que eles foram orientados a não se envolverem com a ocorrência, pois o crime aconteceu fora do ambiente escolar.

Atualizada às 11h43


Comments are closed.