Após Lionel Messi, foi a vez de Cristiano Ronaldo dar adeus à Copa do Mundo da Rússia. Em noite inspirada de Edinson Cavani, o Uruguai derrotou Portugal por 2 a 1 e se classificou para pegar a França nas quartas de final.

Todos os olhos estavam voltados para o craque do Real Madrid, autor de quatro gols na fase de grupos, mas quem brilhou foi o atacante do Paris Saint-Germain, o primeiro de cabeça e o segundo em um belo chute da entrada da área.

Cristiano Ronaldo ainda tentou incentivar seus companheiros e arriscar alguns chutes, porém, cada vez mais centroavante, não conseguiu levar Portugal à vitória – o único tento dos lusos foi marcado por Pepe, de cabeça.

Continua após a publicidade

Com o resultado, a Copa fica sem os dois maiores jogadores da atualidade e deste século: Messi, 31, e Ronaldo, 33, talvez tenham disputado seu último Mundial e devem encerrar a carreira com uma lacuna em seus vitoriosos currículos.

Já o Uruguai, com um time leve que desafia suas próprias tradições, segue vivo e agora pega a França, na próxima sexta-feira (6), por uma vaga nas semifinais. A preocupação para o “maestro” Óscar Tabárez é Cavani, que foi substituído no segundo tempo por causa de uma lesão na perna. “Deus queira que não seja nada grave”, afirmou o herói uruguaio após a partida.

Fonte: Ansa Brasil


Comments are closed.