Vinicius Junior poderá se apresentar ao Real Madrid após a Copa do Mundo Fonte: Gilvan de Souza/Flamengo

Líder isolado do Campeonato Brasileiro, o Flamengo mede forças contra o Palmeiras, um dos candidatos diretos ao título, nesta quarta-feira, às 21 horas, no Allianz Parque. O jogo pode marcar a despedida de Vinicius Junior, que está com as malas prontas para se apresentar ao Real Madrid, e será o último antes da pausa para a Copa do Mundo.

Publicidade

O Rubro-negro vive uma lua de mel com a sua torcida e lidera o torneio com propriedade. Vem jogando bem, está invicto há seis jogos, sendo que não levou gol nos últimos cinco e pode abrir 11 pontos de vantagem em relação ao Palmeiras no duelo que opõe dois dos times que mais investiram em contratações.

Com a excelente campanha, a equipe carioca soma 26 pontos e está garantida na primeira posição do torneio durante todo o período do Mundial da Rússia.

A ótima trajetória flamenguista nas 11 rodadas do torneio nacional contrasta com o retrospecto recente diante do Palmeiras. A última vitória do time carioca diante do rival Alviverde ocorreu em maio de 2014, em confronto no Maracanã. De lá para cá, são quatro derrotas e três empates.

O triunfo em 2014 foi o único triunfo do time hoje comandado por Mauricio Barbieri nos últimos 13 jogos entre as equipes. No encontro mais recente, em novembro de 2017, Deyverson marcou duas vezes e deu a vitória ao Palmeiras no Allianz Parque.

Diego é o único desfalque do Flamengo para o confronto. O jogador teve um edema na panturrilha direita constatado em exame na terça-feira. O problema foi sentido no último domingo, na vitória por 2 a 0 sobre o Paraná, que ele ajudou a construir com um gol de falta. Na ocasião, o meia se machucou no segundo tempo e foi substituído por Marlos Moreno aos 26 minutos. Assim, só voltará a atuar depois do Mundial.

O técnico Mauricio Barbieri tem o meia Jean Lucas e o atacante Marlos Moreno como opções para o lugar de Diego. No Fla-Flu, quando Diego também esteve fora, Marlos foi o escolhido. Contra o Paraná, com a suspensão de Paquetá, Barbieri escalou Jean Lucas. Há uma terceira possibilidade: o volante Willian Arão, que seria usado para reforçar o meio de campo.

Além de Diego, os zagueiros Juan, Réver e Rhodolfo, lesionados, seguem fora, o que permite que os jovens Léo Duarte e Matheus Thuler sigam no time titular. A defesa é um ponto forte da campanha quase perfeita até aqui. São cinco jogos consecutivos sem levar gols e a segunda zaga que menos foi vazada, com seis gols, um a mais que o Grêmio, que ostenta o melhor sistema defensivo do torneio.

A novidade na lista de relacionados é o lateral-direito Pará, que não atua há um mês. Ele se recuperou de um estiramento no ligamento do joelho direito e deve começar a partida entre os reservas.

Para o Palmeiras, o principal desafio para no retorno após a Copa do Mundo será dar fim às oscilações que marcaram sua participação no torneio até aqui. O duelo contra os atuais líderes é crucial para os planos do Palmeiras de brigar pelo título. Não à toa, é o embate que desperta mais expectativa na rodada.

O Alviverde deve ter três novidades para o duelo diante dos cariocas. Moisés, que começou na reserva diante do Ceará, deve voltar ao meio-campo do time, e a dupla de volantes, Felipe Melo e Bruno Henrique, retorna de suspensão.

Com dores musculares, o zagueiro Antônio Carlos não foi relacionado para a partida, e se junta a Borja, com a seleção colombiana, Keno, Diogo Barbosa e Guerra, lesionados, na lista de desfalques para o técnico Roger Machado.

Superesportes


Assista ao documentário 'Orlando Sabino - O monstro de Capinópolis'

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here