As professoras da rede municipal resolveram, por assembleia, suspender por um dia a greve na rede municipal de educação infantil que já completou 50 dias. 

A proposta vencida na assembleia é de suspensão por um dia, para apreciação de uma nova proposta do prefeito Alexandre Kalil com apresentação em reunião marcada para quarta-feira (13), as 14h, na PBH.

Publicidade

“Decidimos por meio da assembleia a suspensão da greve para dar um voto de confiança no prefeito Kalil, embora não acreditamos que ele fará por merecer. Mas vamos dar uma respostas às famílias que estão prejudicadas por essa greve, na tentativa de resolver o problema da melhor forma possível”, ressaltou Paulo Dal Ferro, professora da rede municipal e membro do comando de Greve. 

Caso a proposta apresentada pelo governo municipal não seja de comum acordo entre as professores em greve, há possibilidade do retorno da paralisação.

“Se a nova proposta do prefeito estiver abaixo da primeira apresentada no dia 2 de maio, a tendência é que a greve continue”, explicou a diretora do Sindrede e professora da rede municipal, Evangely Rodrigues. 

Uma nova assembleia está marcada para próxima quinta-feira (14), na porta da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte para discussão da nova proposta e e decisão da continuidade ou encerramento da greve.


Assista ao documentário 'Orlando Sabino - O monstro de Capinópolis'

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here